RetroArch 1.9 – Nova versão do FrontEnd mais popular para rodar jogos e emuladores

Tempo de Leitura: 6 Minutos

Que tal matar a saudade daqueles jogos que marcaram sua infância/juventude? Uma boa opção para isso é o programa RetroArch. Hoje, foi lançada uma atualização importante, o RetroArch 1.9. Portanto, esta é uma nova versão principal do front-end popular e de código aberto para emuladores, videogames, motores de jogos e players de mídia. O programa é ideal para fãs de jogos antigos, pois conta com suporte a uma enorme quantidade de emuladores e centenas de opções de personalização, além de rodar em várias plataformas. Vamos conhecer um pouco mais dele?

Se você é um jogador retrô hardcore, RetroArch é tudo o que você precisa instalar em seu sistema para desfrutar daqueles jogos retrô. O último lançamento, RetroArch 1.9, é enorme, trazendo muitas surpresas para jogadores retrô. Os destaques incluem uma nova visualização de exploração para todas as listas de reprodução, que permite pesquisar conteúdo com base em vários critérios, como gênero, origem, editor, sistema, ano de lançamento, desenvolvedor e quantidade de jogadores.

Na nova visualização Explorer será exibido apenas os resultados da pesquisa com base no conteúdo que já está incluído em suas listas de reprodução. Além disso, o RetroArch 1.9 também aprimora a funcionalidade de pesquisa da lista de reprodução, permitindo finalmente aos jogadores realizar pesquisas múltiplas e contínuas para refinar ainda mais os resultados, bem como limpar o último filtro de pesquisa inserido pressionando o botão Cancelar dos Joysticks.

Uma nova opção de notificação de inicialização “Carregar Conteúdo”, que, quando ativada, exibirá uma curta animação ao lançar um novo conteúdo a partir do menu ou da linha de comando. Este recurso pode ser habilitado em Configurações> Exibição na tela> Notificações na tela. O sistema também torna o remapeamento de entrada mais fácil, especialmente para dispositivos de tela sensível ao toque, graças às listas suspensas que suportam controladores e teclados. Do mesmo modo, os usuários agora poderão usar o botão Iniciar do Joystickd para redefinir os remapeamentos do teclado do controlador de jogo.

Melhorias implementadas

Muitas melhorias nesta versão estão em torno do menu principal, que agora permite aos usuários desabilitar ou habilitar seletivamente as notificações de widgets, retornando corretamente o cursor para a posição anterior no menu em vez de retornar da primeira entrada, exibe ícones do sistema associado na lista de reprodução e apresenta um novo submenu Importar conteúdo que consiste nas entradas de digitalização de diretório, digitalização de arquivo e digitalização manual, onde o proprio sistema busca as ROMs disponíveis.

Por último, o ele ainda traz várias melhorias para o player de vídeo embutido, baseado em FFmpeg que inclui uma nova barra de sobreposição de progresso que aparecerá ao navegar para frente ou para trás no clipe, e várias melhorias para reduzir o consumo de memória e a sobrecarga de E/S de disco. Assim, isso se traduz em melhor desempenho com menos recursos e uma vasta correção de bug incluídas.

RetroArch 1.9 é compatível não apenas com sistemas Linux, mas também com dispositivos Raspberry Pi, Android, Apple TV, iOS e Xbox One e Windows, entre outros. Você pode baixar RetroArch 1.9 CLICANDO AQUI diretamente do site oficial. Ou se quiser experimentar também existe uma versão on-line que você pode acessar aqui.

Como funciona o RetroArch

XMB é a interface gráfica padrão do RetroArch. Ela é otimizada para navegação por joypad (joystick) e pode ser estendida usando um sistema de listas de reprodução. Você pode usá-la para navegar em sua coleção de jogos com metadados e miniaturas. Também permite ajustar as configurações e executar ações no jogo ativo.

Quando você inicia o RetroArch pela primeira vez, a interface se parece com isto. Existem 8 guias:

Menu principal: execute ações importantes, como iniciar um jogo ou encerrar o programa. Configurações: para configurar RetroArch. Histórico: sua lista de histórico de jogos. Imagens: sua lista de histórico de imagens. Música: sua lista de histórico de músicas. Vídeos: sua lista de histórico de vídeos. Salas Netplay: encontre sessões de jogo hospedadas por outros jogadores e junte-se a elas. Adicionar: esta guia permite que você verifique sua coleção de jogos para gerar listas de reprodução por sistema. As listas de reprodução serão adicionadas como novas guias à direita.

No Menu Principal-> Atualizador Online, você pode baixar e atualizar todos os componentes necessários ou opcionais para RetroArch. Isso inclui os Núcleos Libretro: emuladores e motores de jogo. Um banco de dados de jogos: usado por nosso sistema de digitalização para criar listas de reprodução e exibir os metadados dos jogos. Miniaturas do jogo: boxart, tela de título, na tela do jogo, para cada sistema. Perfis de joypad: mapeamento padrão para joypads comuns funcionarem imediatamente. Cheats: cheats para os jogos mais comuns. Shaders: filtros de vídeo a serem aplicados na tela do jogo. Alguns jogos grátis e homebrews.

Totalmente controlado por joypad

No RetroArch, o joypad é a forma preferida de navegar. Você pode realizar todas as ações usando o teclado, como iniciar jogos ou acionar o menu do jogo ativo, porém, o sistema tem uma maior flexibilidade e facilidade de uso se operado com um controle no estilo PS. Quando você precisar digitar texto, na interface de configurações, um teclado virtual multilíngue será exibido para permitir que você digite palavras e senhas. O menu foi projetado como uma experiência imersiva: você não terá que alternar do joypad para o teclado para realizar ações usando o menu enquanto o jogo continua sendo executado em segundo plano.

Playlists

Você pode adicionar novas guias ao Sistema, simplesmente examinando sua coleção de jogos em um disco rígido ou diretório e criando listas de reprodução. Os jogos serão classificados por sistema. Você também pode escrever listas de reprodução manualmente para exibir uma lista de seus jogos favoritos ou qualquer lista que imaginar.

As entradas da lista de reprodução podem ser associadas a uma entrada de banco de dados para exibir os metadados do jogo: ano de lançamento, gênero, desenvolvedor, número de jogadores, etc. Que pode ser baixada e editada a vontade pelo utilizador. Tudo é customizável, Miniaturas, planos de fundo dinâmicos, sombras, planos de fundo animados, temas de ícones.

De maneira totalmente visual, é possivel instalar um novo tipo de emulador (atari, nes, snes, master system, mega drive entre mais de 100 opções disponíveis na plataforma) e também baixar dados de cheats, e configurações padrão, ou seja, você só precisa ter um controle e salvar as suas ROMs (nome dado aos arquivos contendo os jogos) e pronto. nada de conhecimentos técnicos de hardware e sistemas operacionais ou emulação, a interface do framework faz tudo pra você.

O poder da plataforma é tão grande, que você consegue ao apertar de um botão, trocar a forma como os gráficos são renderizados gerando diferentes efeitos em diferentes tipos de textura padrões, como nas antigas televisões de tubo. Você pode escolher a que mais lhe agrada, ou combinar elas para uma experiência realmente inovadora, onde os gráficos parecem muito reais. Além de usar todo o recurso de hardware disponível nas modernas placas gráficas dos sistemas de celulares, televisores de led, e placas de desktop e notebooks.

Imagina aqueles joguinhos que eram fáceis de antigamente, podem se tornar realmente desafiadores com o controle de latência do emulador, ou seja, é possivel deixar o sistema calcular automaticamente o tempo de resposta do hardware pare deixar o jogo exatamente como ele rodava no console original, ou usar os recursos mais poderosos dos processadores atuais e deixar a dificuldade mais desafiadora do que nunca.

Para instalar basta fazer o download do aplicativo de acordo com sua plataforma e pronto, ele é compatível com a maioria dos sistemas atuais disponíveis e em vária versões. Experimente já!